Croquetes de queijo

Mais populares

As entradas e petiscos querem-se simples e rápidos, com proporção pequena, para que sejam apenas um gostinho do que vem aí no resto da refeição. Por isso, na receita de hoje, mostramos-lhe como fazer estes deliciosos croquetes de queijo, muito agradáveis e que farão as delícias de quem os prova.

Que criança não gosta de croquetes? Afinal, todas, ou quase todas, são loucas por eles… O mesmo se aplica aos adultos, até porque os croquetes são um prato a que é muito difícil resistir. E se, para além disso, têm o sabor delicioso do queijo, o que podemos dizer?

Onde há um bom prato de croquetes, há pessoas felizes. Existem croquetes de diversos ingredientes, mas estes croquetes de queijo são verdadeiramente irresistíveis! São tão bons, que não se pode comer dois ou três, come-se o prato inteiro de uma vez!

A origem dos croquetes de queijo

Pode ser uma surpresa para muitos saber que a origem dos croquetes não é portuguesa ou espanhola, mas sim francesa.

A palavra croquete vem da palavra francesa croquer e o seu diminutivo croquette. O primeiro documento escrito conhecido em que esta técnica culinária é mencionada data de 1691, quando o cozinheiro do então rei Luís XIV escreveu a receita para a posteridade. Tratava-se de croquetes de trufas e queijo creme, uma iguaria de facto.

Este é um prato que os portugueses foram capazes de levar muito mais longe do que uma simples receita, para o aproveitar ao máximo. Tornou-se um culto culinário no nosso país. Os ingredientes são tão variados como os pratos que podem ser preparados na cozinha, e ao combiná-los com um bom molho bechamel, podemos fazer croquetes de todos os tipos de tamanhos e formas.

Dicas para croquetes perfeitos

Escolha o seu queijo preferido. No entanto, caos o queijo escolhido seja mais forte, é aconselhável ser moderado com a quantidade que acrescenta aos croquetes, para não exagerar e eles ficarem um pouco fortes demais. Isto é especialmente verdade caso esteja a fazer os croquetes para servir a muitas pessoas, já que nem toas gostam de queijos fortes.

Temos de bater as claras muito bem, e, para isso, devemos batê-las durante alguns minutos com o batedor ou com um garfo. É essencial que não deixe nenhuma clara de ovo sem bater. Elas colar-se-iam ao croquete e cairiam na farinha quando os croquetes fossem revestidos, arruinando esse ingrediente.

Se não quiser que o fundo do croquete fique pouco estaladiço, é melhor prepará-los redondos e mais pequenos em tamanho. Também pode utilizar um grande coador para colocar os croquetes no prato após a fritura. Desta forma, evitamos que a gordura que libertam possa acabar por amolecer no lado que repousa sobre o papel absorvente.

Para congelar os croquetes, coloque-os num tabuleiro(sem os empilhar), e depois no congelador durante 12 horas Depois, deve separá-los e mantê-los num saco de plástico limpo e fechado. Não é necessário descongelá-los para a fritura. Frite-os em óleo muito quente durante 2 minutos, movendo a frigideira para trás e para a frente para que não tenha de lhes tocar.

Acompanhar os croquetes de queijo

Para além de poder servir os seus croquetes de queijo com outras entradas e petiscos, como é o caso dos bolinhos de bacalhau rápidos e dos rissóis de carne, pode também pensar na bebida que vai servir com estas iguarias. Algumas boas sugestões são a sangria de espumante ou o sumo de pera caseiro.

Como pode ver, fazer os seus croquetes de queijo não é nada de complicado e os resultados valem muito a pena o pouco trabalho que terá ao prepará-los. Bom apetite!

Croquetes de queijo

Uma receita rápida e que agrada a todos
Preparação 5 mins
Cozedura 5 mins
Total 10 mins
Refeição Entradas e petiscos
Cozinha Portuguesa

Ingredientes
  

  • 5 claras
  • 300 g de parmesão ralado
  • 3/4 de chávena de amido de milho
  • 100 g de queijo em cubos
  • Qb de farinha e de óleo de fritar

Preparação
 

  • Bata as claras em castelo. Depois, incorpore o amido de milho e o parmesão, até ter uma massa homogénea.
  • Modele bolas e recheie com um cubo de queijo.
  • Passe cada bola pela farinha e frite em óleo abundante até dourarem.

Dicas

  • Pode usar qualquer tipo de queijo à sua escolha para rechear. Também pode trocar o parmesão por outro queijo ralado.
  • Não bata muito quando estiver a incorporar o amido e o parmesão. Basta fazer movimentos suaves e gentis.
  • Se quiser, pode cobrir com um pouco de salsa picada antes de servir.
Artigo anteriorAsas de frango crocantes
Próximo artigoOvos verdes fáceis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Mais recentes

Receitas semelhantes