Molho à Portugália

Mais populares

Alguns restaurantes fazem molhos deliciosos, que ficam associados aos seus pratos e que nos fazem voltar vezes sem conta. Mas é possível recriar estes molhos no conforto da sua casa, para quando lhe apetece uma refeição especial, mas não lhe apetece sair. Hoje, mostramos-lhe como fazer um delicioso molho à Portugália.

Este molho clássico faz parte do imaginário de todos os que alguma vez o provaram, pelo sabor único que traz aos pratos em que é inserido. Mas sabia que este molho não é nada difícil de fazer em sua casa, usando apenas poucos ingredientes na sua preparação? Temos a certeza que, assim que vir a facilidade do seu preparo, vai querer fazê-lo muitas vezes!

A manteiga

A manteiga é a base deste molho à Portugália, deixando o resultado cremoso e com o seu sabor tão caraterístico. Recomendamos que use manteiga sem sal, para que consiga controlar melhor o sabor do seu molho. No entanto, caso apenas tenha manteiga com sal, não coloque tanto sal no molho e vá controlando o sabor para garantir que o resultado não fica demasiado salgado e pouco apelativo.

O vinho

O vinho branco dá muito do sabor a este molho, ajudando a libertar os aromas dos restantes ingredientes. Além disso, também ajuda a tornar o molho um pouco mais solto, permitindo-lhe um maior rendimento dos ingredientes e sabores utilizados. Portanto, o vinho é uma parte fundamental desta equação de sabor que é o molho à Portugália.

As natas

Um bom molho quer-se cremoso e rico em sabor, e é precisamente isso que as natas trazem a esta receita. Para cortar um pouco nas calorias, mas não no sabor, pode sempre utilizar uma versão light das natas, ou até mesmo natas de soja. É claro que, como uma vez não são vezes, pode utilizar as natas normais, se é essa a sua vontade!

O toque de sabor

O alho e a pimenta são o toque perfeito de sabor para complementar os restantes ingredientes deste molho. Se preferir, pode picar os alhos em vez de os esmagar, mas garanta que pica os alhos em pedaços bem pequenos, para que este liberte mais do seu sabor no preparado. Quanto à pimenta, recomendamos que use pimenta moída na hora, que é mais aromática e tem um sabor ligeiramente mais marcado.

O processo de preparação

É importante que mexa frequentemente o seu molho, para garantir que os diferentes ingredientes ficam incorporados e formam uma mistura homogénea. Caso contrário, corre o risco que haja algum tipo de separação no seu molho à Portugália. O facto de preparar o seu molho em lume brando é também uma boa ajuda nesse ponto.

Guardar o molho

Este é um daqueles molhos que deve ser servido de imediato, de modo a manter as suas caraterísticas intactas. Nunca guarde o molho à Portugália no frigorífico, porque este irá tralhar rapidamente, até porque tem uma grande quantidade de manteiga na sua preparação.

Onde posso usar este molho?

Pode utilizar este molho à Portugália nas mais diversas preparações, embora combine particularmente bem com carne. Como sugestões, deixamos-lhe as nossas receitas de prego no prato, bifes de peru grelhados, costeletas de porco com cogumelos ou o bife com presunto à portuguesa. Se procura algo mais simples e tradicional, pode servi-lo com um bife frito simples.

Fazer um molho à Portugália é muito fácil, requer muito poucos ingredientes e é a forma perfeita de trazer mais sabor aos mais variados tipos de pratos. Portanto, acreditamos que, assim que o provar, o vai querer repetir muitas mais vezes – basta seguir a receita que abaixo lhe deixamos e deliciar-se. Bom apetite!

Molho à Portugália

Um molho perfeito para acompanhar carnes
Preparação 5 mins
Cozedura 5 mins
Total 10 mins
Refeição Molhos
Cozinha Portuguesa

Ingredientes
  

  • 3 dentes de alho
  • 1 colher de café de pimenta em grão
  • 100 ml de vinho branco
  • 200 ml de natas
  • 500 g de manteiga sem sal
  • Q.b. de sal

Preparação
 

  • Corte a manteiga em cubos. Retire um cubo e reserve os restantes no frigorífico.
  • Coloque o cubo de manteiga que retirou num tacho e junte os dentes de alho esmagados e a pimenta preta. Deixe dourar um pouco, mexendo.
  • Junte o vinho branco e deixe reduzir. Depois, acrescente as natas e mexa bem. Quando o molho começar a borbulhar, baixe o lume.
  • Coloque os restantes cubos de manteiga um a um. Quando um cubo derreter, junte o seguinte e assim sucessivamente. Vá mexendo o molho.
  • Quando a manteiga estiver toda derretida, junte um pouco de sal e mexa bem.
  • Passe o molho por um passador para retirar os ingredientes maiores. Sirva o molho de imediato.

Dicas

  • É importante que vá mexendo o molho regularmente, para incorporar todos os ingredientes e conseguir assim um resultado homogéneo.
  • O molho deve ser servido de imediato, para manter a sua consistência durante a refeição. Não guarde o molho no frigorífico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Mais recentes

Receitas semelhantes